terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Nova Formula 2 chega a mais de 800 jovens




A PASEC apresentou no dia 8 de Dezembro em 5 localidades diferentes, através de 5 iniciativas diferentes os resultados dos primeiros dez meses de projecto Nova Formula 2.
Em Famalicão a PASEC organizou um encontro entre os vários grupos informais envolvidos no projecto na sede da organização, em Paços de Ferreira um Workshop com a participação dos vários agentes educativos envolvidos no projecto no distrito do Porto, em Varese e Gorla Maggiore (Itália) foram organizadas uma Exposição e um encontro entre os grupos locais envolvidos no Nova Formula 2 e em Varsóvia (Polónia), na sede da EGEA Polónia, foi organizado um encontro de avaliação entre os vários jovens envolvidos no projecto naquela localidade. Em cada uma das iniciativas foram apresentados os principais resultados do projecto até à data.
O Projecto Nova Formula 2 pretendia dar continuidade ao Projecto Nova Formula, criando a primeira Rede Europeia de Grupos Informais a partir da Rede Nacional já existente em Portugal. Tendo como objectivos centrais permitir aos jovens experimentar as práticas de Democracia Participativa a partir de práticas de Educação Não Formal, reflectir as temáticas do papel dos jovens na história da União Europeia e as novas realidades interculturais e fomentar a educação para a Cidadania em meios juvenis desfavorecidos o projecto atingiu directamente, até ao momento, mais de 800 jovens em Portugal, Itália e Polónia, sendo que só no nosso país são mais de 400.
Foram realizadas mais de 20 acções de formação que atingiram mais de 300 agentes educativos, realizados 2 Campos de Formação Europeus, realizadas mais de 100 sessões lúdicas, mais de 40 acções de sensibilização relativas à Campanha “Participação Juvenil na Democracia” e a Rede Europeia de Grupos Informais atingiu uma dimensão que supera agora os 60 grupos informais.
Em Portugal todas estas iniciativas foram desenvolvidas com base nos parceiros que abarcam dezenas de Instituições, Grupos, Organizações e Escolas: a Associação de Moradores das Lameiras, a Associação Teatro de Construção de Joane, a Casa do Povo de Briteiros, a Escola EB 23 de São Salvador de Briteiros, a Cooperativa de Ensino Didáxis, a Escola Profissional CIOR, a Escola Profissional Vértice, a Escola Profissional do Perpétuo Socorro, a Oficina de São José de Braga, o Instituto Português da Juventude, o Núcleo de Estudantes de Educação da Universidade do Minho, a Esprodouro, a Câmara Municipal de Famalicão, para além dos grupos informais envolvidos no Projecto e Agência Nacional para a Gestão do Programa Juventude em Acção, que financia e suporta o projecto.
Mas o resultado que foi considerado particularmente importante foi a criação dos “Democracy Action Labs” (DAL). Recordando, os DAL pretendem ser espaços geridos por grupos juvenis de intervenção local que de uma forma integrada e coordenada intervêem nas suas comunidades no contexto político e social. São espaços com base numa metologia assente nos pressupostos da Democracia representativa: com um sistema de eleições próprio; com a criação de um plano de acção local (que deu origem a um plano nacional e europeu); com um “Laboratório de Jogos para Democracia” para atingir os públicos infantis; com a criação do mail e endereço msn para partilha de informação e debate online; com a implementação de Oficinas de Artes Circenses e de Rua e Oficinas de Animação Multimédia tendo como pano de fundo os temas integradores do projecto.
Em Portugal foram criados 14 DAL, com especial destaque para os que estão a funcionar em bairros sociais e freguesias mais pobres das regiões do Vale do Ave que atingem mais 200 jovens entre os 10 e os 20 anos. Existe um no Bairro Social das Lameiras (Famalicão), dois em Delães (Famalicão), dois em Briteiros (Guimarães), um em Riba D’Ave (Famalicão), um em Vilarinho (Santo Tirso), um em Paços de Ferreira, um em São João da Pesqueira, um em Anadia, dois em Braga, um em Joane (Famalicão) e um em Vila das Aves (Santo Tirso).
Realizasse entretanto em Itália, entre 27 e 30 de Dezembro, em Milão, mais um Encontro de Trabalho para preparar as próximas acções do NF2.

Um comentário:

Anônimo disse...

Trabalho já feito mas certamente com muito trabalho ainda à vista, num futuro que promete :) :)

NF2 com muita "manga para arregaçar ainda" :) :) :)

Cavaleira Furão
Elisabete Faria