quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

”Todos têm de ceder para que todos possam ganhar” - Um das principais conclusões da Assembleia Internacional 2015 organizada pela PASEC


                                                     

Teve lugar no passado dia 30 de Dezembro, pelas 15h, na Casa das Artes de Famalicão, a Conferência Internacional “Millennium Checkpoint”, momento alto da Assembleia Internacional Juvenil 2015, organizada pela PASEC. O tema central de todo o certame centrou-se na concretização de uma parceria global para o desenvolvimento tendo por base os Objetivos do Milénio 2015.

Foram apresentadas as principais conclusões dos 10 dias de reflexão que incluíram mais de 40 jovens eleitos de mais de 350 jovens diretamente envolvidos. Entre as principais conclusões ressalta a ideia de que “todos os países e parceiros internacionais terão que ceder se queremos que todos ganhem e que todos possam ter um papel ativo na construção de uma sociedade mais democrática, justa e geradora de oportunidades”.

Durante a conferência, o Diretor do Instituto Português do Desporto e Juventude, Dr. Manuel Barros, referiu que a Assembleia Internacional Juvenil organizada pela PASEC é já uma referência e exemplo de boas práticas em processos de diálogo estruturado entre os jovens e os decisores políticos a nível europeu e mundial. Por sua vez, O Vereador da Juventude do Município de Famalicão, Dr. Mário Passos, referindo-se ao tema da conferência, referiu-se ao associativismo de base local como uma das ferramentas para dar forma à dimensão real que uma parceria global para o desenvolvimento exige.

Por sua vez, a Vice-Presidente da PASEC, a Dra. Stephanie Paiva, referiu que os jovens são agentes centrais na definição das principais estratégias dos novos Objetivos do Milénio para 2030, lançando desde logo a Assembleia Internacional Juvenil de 2016.

A Assembleia Internacional 2015 teve lugar entre Viana de Castelo e Famalicão, numa organização conjunta da PASEC e mais de uma dezena de parceiros nacionais e internacionais, com o apoio do Programa Erasmus + da União Europeia. Este ano foram envolvidos mais de 2500 jovens de forma indireta através do roteiro preparatório que passou por mais de 20 escolas, instituições e organizações de juventude. A AIJ 2015 começou na Turquia, Mersin, entre os dias 20 e 26 de Outubro de 2015. Seguiu-se Ericeira, e finalizou a última etapa em Viana do Castelo, Portugal.

domingo, 20 de dezembro de 2015

AIJ 2015 da PASEC “é o palco de uma parceria global para o Desenvolvimento”




De 26 de dezembro de 2015 a 4 de janeiro de 2016 tem lugar a Assembleia Internacional 2015 entre Viana de Castelo e Famalicão que tem como pano de fundo o tema “Millennium Checkpoint”, numa alusão aos Objetivos do Milénio 2015, nomeadamente ao Objetivo do Milénio de criação de uma parceria global para o desenvolvimento. Numa organização conjunta da PASEC e mais de uma dezena de parceiros nacionais e internacionais, o projeto tem o apoio do Programa Erasmus + da União Europeia

Foi perante mais de 200 adolescentes e jovens, na Escola Básica Dona Maria II, em Famalicão, no passado dia 17 de dezembro, e perante dezenas de agentes educativos, na Quinta da Costa, em Famalicão, entre os dias 18 e 20 de Dezembro que terminou o Roteiro “Decidir para Envolver” que serviu de preparação para a Assembleia Internacional Juvenil 2015. Recorrendo à peça de expressão dramática “Mundo Irreal”, como forma de passar a mensagem sobre os objetivos do projeto durante os eventos do Roteiro, Abraão Costa, coordenador da AIJ 2015, referiu que a Assembleia Internacional Juvenil “é o palco de uma parceria global para o desenvolvimento”, não só pelo elevado número de organizações e países que congrega, mas sobretudo pelo envolvimento real dos jovens enquanto agentes participativos nos processos de Democracia Participativa.

Depois da fase preparatório que envolveu mais de 2500 jovens na Turquia, Espanha, Cabo Verde, Itália e Portugal, segue-se agora a etapa final com cerca de 50 delegados eleitos em Viana do Castelo e Famalicão. O ponto alto será o dia 30 de Dezembro, na Casa das Artes de Famalicão, com uma Conferência Internacional em que participante decisores políticos dos mais variados quadrantes. Foi dada participação prioritária neste projeto a jovens em especial risco de exclusão, nomeadamente jovens oriundos de instituições, de comunidades com acentuados índices de pobreza e inclusive, jovens sinalizados pelas comissões de proteção de crianças e jovens.