domingo, 18 de fevereiro de 2018

PASEC DEFENDE A IMPORTÂNCIA DO CONCEITO DE PROTAGONISMO JUVENIL

Momento de partilha com o público da mensagem relativa ao Protagonismo Juvenil 2

A PASEC, no passado dia 17 fevereiro perante centenas de pessoas em evento público de intervenção cultural por parte das suas Companhias de Dança e Teatro da PASEC, fez questão de reforçar a mensagem da importância do conceito de Protagonismo Juvenil.

No âmbito do Projeto Be a Pro, apoiado pelo Programa Erasmus + da União Europeia, o Secretário Geral da PASEC, Abraão Costa, utilizou o evento como forma de dar a conhecer aquele que é um dos desígnios da organização. Defendeu que no dias que correm, mais importante que promover a participação, é fundamental dar aos jovens instrumentos que os responsabilizem pelas suas ações e, ao mesmo tempo, lhes permitam se realizarem e fazerem a diferença nas suas comunidades e no mundo global.

Na base desta reflexão esteve o projeto Be a Pro que visou refletir, aprofundar e partilhar experiências relacionadas com as dinâmicas de Protagonismo Juvenil a partir do slogan “Jovens que participam e decidem”. O projeto permitiu dar corpo a um conjunto de instrumentos que ajudarão a dar forma a uma reflexão mais alargada sobre o conceito de protagonismo juvenil em Portugal. Com o Be a Pro foi possível:

- Elaborar e apresentar em diálogo estruturados com os decisores políticos um “Plano Estratégico para a Promoção do Protagonismo Juvenil em Portugal”, com cinco áreas temáticas concretas: Educação, Política, Ambiente, Cultura e Problemáticas Sociais.

- Refletir e elaborar a “Carta Magna do Protagonista Juvenil”, com os direitos, deveres, áreas de atuação e campos de oportunidade do Protagonista Juvenil com o contributo dos decisores políticos, dando um primeiro passo no sentido de criar um Estatuto do Protagonista Juvenil e Organizações Promotoras do Protagonismo Juvenil enquanto instrumento político e social, tendo por base o modelo da Escada da Participação Juvenil

- Dar aos jovens em situação desfavorável, e ainda assim, líderes de comunidades juvenis, a oportunidade de, com base nas suas vivências, desenvolverem as suas competências de gestão de dinâmicas e processos de promoção do Protagonismo Juvenil.

- Trazer para o debate em torno das Políticas de Juventude a participação dos jovens nos partidos políticos e sistema político e a importância da promoção do Protagonismo Juvenil enquanto prioridade em Portugal e na Europa como modelo potenciador de um Desenvolvimento Sustentável a longo prazo.

De salientar que o projeto Be a Pro foi considerado pela União Europeia, através do Programa Erasmus +, projeto inspirador da União Europeia 2016.

Nenhum comentário: